Via Sacra, Jesus é condenado à morte

Via Sacra.

Um Post de meditação para a Quinta-feira Santa.

Jesus é condenado à morte

Arautos do Evangelho-LS_92136O juiz que cometeu o crime profissional mais monstruoso de toda a História, não foi a ele impelido pelo tumultuar de nenhuma paixão ardente. Não o cegou o ódio ideológico, nem a ambição de novas riquezas, nem o desejo de comprazer a alguma Salomé. Moveu-o a condenar o Justo o receio de perder o cargo, parecendo pouco zeloso das prerrogativas de César; o medo de criar para si complicações políticas, desagradando ao populacho judeu; o medo instintivo de dizer “não”, de fazer o contrário do que se pede, de enfrentar o ambiente com atitudes e opiniões diferentes das que nele imperam.

Vós, Senhor, o fitastes por longo tempo com aquele olhar que em um segundo operou a salvação de Pedro. Era um olhar em que transparecia vossa suprema perfeição moral, vossa infinita inocência, e, entretanto, ele Vos condenou.

Senhor, quantas vezes imitei Pilatos! Quantas vezes, por amor à minha carreira, deixei que em minha presença a ortodoxia fosse perseguida, e me calei! Quantas vezes presenciei de braços cruzados a luta e o martírio dos que defendem vossa Igreja! E não tive a coragem de lhes dar sequer uma palavra de apoio, pela abominável preguiça de enfrentar os que me rodeiam, de dizer “não” aos que formam meu ambiente, pelo medo de ser “diferente dos outros”. Como se me tivésseis criado, Senhor, não para Vos imitar, mas para imitar servilmente os meus companheiros.

Naquele instante doloroso da condenação, Vós sofrestes por todos os covardes, por todos os moles, por todos os tíbios,… por mim, Senhor.

Meu Jesus, perdão e misericórdia. Pela fortaleza de que me destes exemplo arrostando a impopularidade e enfrentando a sentença do magistrado romano, curai em minha alma a chaga da moleza!

Pai­ Nosso, Ave Maria, Glória

V/. Sagrado Coração de Jesus, vítima dos pecadores.

R/. Tende piedade de nós.

V/. Pela misericórdia de Deus descansem em paz as almas dos fiéis defuntos.

Amém..

Fonte: Catolicismo Nº3 Março de 1951 – Plinio Corrêa de Oliveira

Imagem: Arautos do Evangelho, Campo Grande – MS

Fotografo: Leandro S.

 

Tenho saudades da época em que eu Vos amava, e Vós me amáveis

Arautos do Evangelho-2018-01-09_104320_20180109_GK

Há momentos, minha Mãe, em que minha alma se sente, no que tem de mais fundo, tocada por uma saudade indizível. Tenho saudades da época em que eu Vos amava, e Vós me amáveis, na atmosfera primaveril de minha vida espiritual. Tenho saudades de Vós, Senhora, e do paraíso que punha em mim, a grande comunicação que tinha convosco. Não tendes também Vós, Senhora, saudades desse tempo? Não tendes saudades da bondade que havia naquele filho que fui? Vinde, pois, ó melhor de todas as mães, e por amor ao que desabrochava em mim, restaurai-me: recomponde em mim o amor a Vós, e fazei de mim a plena realização daquele filho sem mancha que eu teria sido, se não fosse tanta miséria. Dai-me, ó Mãe, um coração arrependido e humilhado, e fazei luzir novamente aos meus olhos aquilo que, pelo esplendor de vossa graça, eu começara a amar tanto e tanto!… Lembrai-Vos, Senhora, deste David e de toda a doçura que nele púnheis. Assim seja!

 
Fotos: Gustavo K./Leandro S.

Oração a São José

Arautos do Evangelho-2017-0615_LS_99917

Oração a São José para antes do trabalho

(Composta pelo Papa São Pio X)

Glorioso São José, modelo de todos os que se dedicam ao trabalho, obtende-me a graça de trabalhar com espírito de penitência para expiação de meus numerosos pecados; de trabalhar com consciência, pondo o culto do dever acima de minhas inclinações; de trabalhar com recolhimento e alegria, olhando como uma honra empregar e desenvolver pelo trabalho os dons recebidos de Deus; de trabalhar com ordem, paz, moderação e paciência, sem nunca recuar perante o cansaço e as dificuldades; de trabalhar sobretudo com pureza de intenção e com desapego de mim mesmo, tendo sempre diante dos olhos a morte e a conta que deverei dar do tempo perdido, dos talentos inutilizados, do bem omitido e da vã complacência nos sucessos, tão funesta à obra de Deus!

Tudo por Jesus, tudo por Maria, tudo à vossa imitação, ó Patriarca São José! Tal será a minha divisa na vida e na morte. Amém

Ave, ó Cruz! Esperança Única.

Estimado leitor, 
Como está a nossa vida? A quantas anda nosso relacionamento com Deus? 
A Quaresma é tempo de meditação e de conclusões, de propósitos e mudança de vida. 
Pare um pouco e medite na Cruz de Nosso Senhor Jesus Cristo.
——

Crucifixo-6

Eis-me, ó bom e dulcíssimo Jesus, prostrado de joelhos diante da vossa divina presença, e Vos peço e rogo com o mais ardente fervor de minha alma que imprimais no meu coração vivos sentimentos de fé, esperança e caridade, e um verdadeiro arrependimento dos meus pecados, com propósito firme de me emendar, enquanto considero com grande afeto e dor de alma as vossas Cinco Chagas, tendo diante dos olhos o que já o Santo Profeta David dizia por Vós, ó bom Jesus: “Trespassaram as minhas mãos e os meus pés, e contaram todos os meus ossos”.
%d blogueiros gostam disto: